quarta-feira, 27 de maio de 2009

O QUE É TANATOPRAXIA







































Após ter minha curiosidade despertada, sobre as múmias de Palermo, ossos conservados à muitos anos, realizei uma pesquisa sobre as técnicas de conservação de cadáveres atualmente utilizadas. Há vários casos, em que é necessário o uso de uma técnica chamada Tanatopraxia.
O Sr Mauro Sabino Francisco, proprietário da Funerária São Francisco, em Uraí, explicou-nos o uso da técnica e que oferece esse serviço à 17 funerárias da região. Ele cursou a Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – reconhecida pelo M.E.C – habilitando-o para execução da técnica de Tanatopraxia, Tanopraxia Avançada e Reconstituição Facial. Entre 20 profissionais participantes do curso, somente 12 conseguiram se graduar.
A Tanatopraxia é a técnica de conservação e reconstituição de cadáveres, cujo principio está na aplicação de um líquido conservante e desinfetante.
Diferente do embalsamamento, a tanatopraxia permite uma conservação temporária do corpo por vários dias, no máximo 30 dias.
A tanatopraxia é o método mais moderno de preparação e é indicado para qualquer tipo de óbito. É possível realizar a restauração facial e do corpo em caso de acidente.
Há a orientação para utilização da tanatopraxia quando: o corpo necessite ser transportado por longas distâncias, nescessidade de prolongar o velório por mais de um dia, quando a decomposição do cadáver estiver acelerada e ainda para aqueles que tenham padecido de uma longa enfermidade.
A tanatopraxia devolve a aparência natural do corpo, evitando extravasamento de líquidos, inchaço, garante a salubridade dos presentes ao velório e de uma certa maneira oferece menos sofrimento aos familiares do morto.
O processo é realizado no Laboratório da funerária, por 2 bombas, uma injeta o líquido pela veia Ilíaca Esquerda ou pela jugular interna direita. A outra bomba é usada para retirar o líquido, sangue, fezes e demais detritos do corpo.
Esse material retirado é depositado em 2 tanques sépticos, colocado sob o solo, de uma profundidade de 1,80 metros. O primeiro tanque séptico contém uma bactéria- super bac – Biocubo Genesis que são sólidos carregados de microorganismos que possuem alta capacidade de digerir resíduos orgânicos depois o líquido através de um filtro é enviado ao fundo de um outro tanque séptico, especialmente construído com pedras e depois é enviado ao esgoto. Segundo o Sr Mauro Francisco, o resultado é um resíduo mais limpo que o produzido em nosso ambiente domestico, sendo um processo corretamente ecológico.
A semana anterior o Sr Mauro , preparou um corpo para o translado até Manaus.
A Funerária São Francisco está desenvolvendo um projeto de construção de uma Capela Mortuária, que será sem dúvida a maior Capela Particular da Região, prestando um serviço de alta tecnologia a quem necessitar.


Márcia Panfieti

2 comentários:

José Ricardo Lima disse...

Achei o assunto bem interessante.
Parabéns Márcia!

laboratorio de formolização e embalsamamento disse...

acho muito bom a divulgação da tecnica de tanatopraxia.mas quero so ressaltar que na verdade so se recebe um certificado do curso de tanatopraxia,que e ministrado por um medico da faculdade de ciencias medicas.A pratica de tanatopraxia,embalsamamento e formolisação e de compentencia de area medica.no meu blog a um artigo sobre essa legislação.www.abcdtanato.blogspot.com